APOLO THEODORO, DONIZETTI BUGANZA E BRUNO BAZÉ (LONDRINA -PR)

No balcão do Hotel Esplanada

O ilustre Nobel Willian Faulkner abandona as convenções e vai molhar as palavras no balcão do bar

Em  agosto de 1954, o celebrado  escritor William Faulkner – Nobel de Literatura em 1949 – foi convidado para um evento no Brasil, uma semana em São Paulo. Gênio da literatura e sujeito intratável, mal humorado e beberrão, Faulkner era alheio às discussões literárias e ao convívio com escritores – viveu sempre como um fazendeiro do sul dos Estados Unidos, em Oxford, cidadezinha do Mississipi. 

Faulkner nunca fez qualquer concessão à fama ou aos modismos literários e talvez por isso, o Congresso Internacional de Escritores para o qual foi convidado naquele final dos anos 50, não tinha a menor importância. Sem cerimônias,  trocou o convite do clube literário por  uma semana no bar do Hotel Esplanada, na capital paulista. Reza a lenda que não apareceu nenhum dia às conferencias

Episódio real, a temporada do escritor no balcão do Esplanada é o ponto de partida para a recriação do episódio no livro “Um Bourbon para Faulkner”, que o escritor Marco Antonio Fabiani transformou em livro agora por ele mesmo adaptado para o teatro. Na peça, o personagem real se junta a um personagem fictício, o garçom João Clark, neto de imigrantes americanos, com inglês fluente para horas de balcão. 

Em cena, dois veteranos atores londrinenses, Apolo Theodoro no papel do escritor áspero, encrenqueiro e difícil, e Donizetti Buganza, dando vida ao barman, um homem simples e refém do seu cotidiano. Bruno Bazé costura a narrativa dando vida a outros vários personagens sob a batuta do experiente diretor  Silvio Ribeiro.

Das conversas entre o cliente e o garçom, nova visão de mundo emerge na medida em que os copos cheios vão esvaziando, sempre a partir da perspectiva do hóspede ilustre. Tudo regado a  generosas garrafas de uísque de milho e muitos lampejos: “Quando acendemos um fósforo é que temos a dimensão da escuridão”, diria Faulkner. 

Ficha técnica

Direção: Silvio Ribeiro
Assistente de Direção: Igor Castro
Figurino: Ana Carolina Ribeiro
Cenografia: Caco Piacenti
Iluminação: Luiz Eduardo Pires
Sonoplastia: Fabrício Martins
Fotografia: Sandro Branco
Filmagem: Carlos Fofaun
Produção: Christine Vianna

Projeto Faulkner no Brasil, Pronac 177283

Lei de Incentivo à Cultura
Patrocínio: Unimed, Unimed Paraná, Plaenge
Parceria: Funcart, Aarpa
Promoção: Instituto Viola Caipira
Ministério da Cultura, Governo Federal 

Classificação: 14 anos
Duração: 60 min

Data: 25/08/2019 - 20h30

Cia:

Local: Cine Teatro Ouro Verde R. Maranhão, 85 - Centro, Londrina - PR

Ingressos: http://www.diskingressos.com.br/event/617