CAUSOS NO ZAQUEU DE MELO

AS HISTÓRIAS DE DONA BILICA 

 

O espetáculo “Dona Bilica – Naquele Tempo”, em cartaz no FILO neste final de semana, faz o público ter saudade até do que nunca viveu

 

Existe um lugar comum onde vivem personagens que, ao nos lembrarmos, inevitavelmente, dizemos: “Naquele Tempo”. É nesse espaço de poética e de memória que vive Dona Bilica, que a Cia Pé de Vento Teatro, de Florianópolis, traz para o FILO 2015. A montagem está na programação dos dias 22 e 23, às 19 horas, no Teatro Zaqueu de Melo (Av. Rio de Janeiro, 413).

 

Com direção de Renato Turnes e interpretação da atriz Vanderléia Will, a peça é um encontro com um personagem comum, mas que todo mundo conhece e guarda na memória. Um personagem tão próximo de nós e que a atriz e o diretor encontraram nos relatos, vivências e histórias de moradores nativos de Florianópolis. Pessoas simples e comuns, o que confere uma dimensão universal à Dona Bilica.

 

 

Para encontrar essa personagem, Renato e Vanderléia fizeram uma pesquisa de campo, registrando entrevistas em um vídeo-documentário. É desse material que nasceu uma lavadeira, benzedeira e rendeira, que abre as portas de casa para contar como era viver antes do progresso chegar.

 

Entre rezas e cantorias, a personagem volta ao tempo dos antigos e relembra a história da própria família, sua infância e juventude, contando causos que ouviu nos engenhos de farinha, relatos de bruxas e assombrações.

 

O personagem é interpretado pela atriz há mais de duas décadas. Neste trabalho, Dona Bilica ajuda a lembrar de costumes perdidos na memória, que a globalização está fazendo desaparecer.

 

O Pé de Vento Teatro é uma companhia formada pelos atores Pepe Nuñez e Vanderléia Will e conta com um repertório de espetáculos, projetos, oficinas, produção cinematográfica e intervenções teatrais nacional e internacionalmente.

 

Atualmente, a companhia mantém o espaço cultural Circo da Dona Bilica, com 225 lugares, no sul da ilha, que é sede da Escola de Palhaços Circo da Dona Bilica. Desde a fundação, em 1999, a Cia trabalha com pesquisa da busca de uma linguagem própria, popular e universal, tendo como veículo a comicidade, e como objetivo a formação de público e artistas, que resulta num permanente intercâmbio com companhias do País e do exterior.

 

 

 

FICHA TÉCNICA

Autor: Vanderléia Will e Renato Turnes

Direção: Renato Turnes

Atuação: Vanderléia Will

Cenografia e iluminação: Renato Turnes

Figurino: Cia. Pé de Vento Teatro

Produção: Cia. Pé de Vento Teatro

 

Serviço:

Dona Bilica – Naquele Tempo

Pé de Vento Teatro

Dias  22  e 23 de agosto, às 19 horas

Teatro Zaqueu de Melo (Av. Rio de Janeiro, 413)

 

Classificação indicativa: livre (a partir de 8 anos)

Duração:  90 min

Ingressos à venda no Royal Plaza Shopping e no local

 

Festival Internacional de Londrina – FILO 2015

De 14 a 30 de agosto

Promoção: Associação dos Amigos da Educação e Cultura Norte do Paraná e Universidade Estadual de Londrina

Direção: Luiz Bertipaglia

Patrocínio: Petrobras, Prefeitura de Londrina / Secretaria Municipal da Cultura / Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), Caixa Econômica Federal, Copel/Governo do Estado do Paraná, Unimed Londrina, Horizon – John Deere e Ministério da Cultura / Governo Federal /Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Apoio: SESI Londrina, Royal Plaza Shopping, W2 Digital, Bar Valentino, Fecomércio PR/SESC, M&M Brasil, UEL FM, Doce Sabor, RPC, Fundação Cultural de Ibiporã, Itamaraty e Geleia Mob APP.

Realização: Ministério da Cultura / Governo

2017-02-18T11:08:06+00:00 25 de julho de 2016|0 Comentários

Deixar Um Comentário

oito + 3 =